13.jpg
CULTURA
Maio 2019

ROMA, 12 Fev. 16  (ACI).- O Papa Francisco se encontrará nesta sexta-feira, 12, com o Patriarca Kirill de Moscou e de toda a Rússia no aeroporto internacional José Martí de Havana (Cuba). Este encontro gerou muita expectativa e uma série de perguntas que procuramos responder a seguir.

Por isso, apresentamos alguns pontos para entender este acontecimento histórico que marcará uma nova etapa nas relações entre a Igreja Católica com os ortodoxos russos.

1. Católicos e ortodoxos permaneceram separados quase mil anos

O cisma que causou a separação da Igreja Católica com os ortodoxos aconteceu no século IX, quando o imperador Miguel III exilou Ignácio, o então Patriarca de Constantinopla, e o substituiu por um homem chamado Focio. Sua nomeação foi considerada como uma falta grave porque foi ordenado por um patriarca excomungado e ocupou uma sede que tinha sido usurpada.

O reconhecimento da legitimidade de Focio como patriarca gerou uma tensão entre o Papa Nicolás I e o clero de Constantinopla. O Pontífice pediu para repor Ignácio e ameaçou Focio com a excomunhão caso não deixasse o seu cargo. Este último chegou a negar a autoridade do Papa, iniciando desta forma o processo que seria logo o cisma do Oriente que ocorreu em 1054.

O Papa Francisco mencionou em seus discursos 4 americanos nos quais devemos  nos inspirar. Abraham Lincoln, Martin Luther King Jr., Dorothy Day and Thomas Merton - “These men and women, for all their many differences and limitations, were able by hard work and self-sacrifice—some at the cost of their lives—to build a better future. They shaped fundamental values which will endure forever in the spirit of the American people.”  A menos conhecida, Dorothy Day foi uma ativista catolica do século 20 que está sendo atualmente considerada para canonização. 

Vale a pena conhecer um pouco mais sobre a vida e obra desses líderes que, movidos por fé ou um forte senso ético, tanto contribuiram para a sociedade, inspirando até hoje, jovens ativistas em todo mundo.

 

SOBRE DOROTHY DAY 

 {youtube}RKiLCDaCAOU|350|197{/youtube}

 

 

SOBRE THOMAS MERTON 

 

SOBRE ABRAHAM LINCOLN

 

MARTIN LUTHER KING JR. SPEECHES

 

 

POSTER NEW YORK URANIUM FILM FESTIVAL 2014De 14 à 19 de fevereiro de 2014 os brasileiros antenados com a ecologia e questões do meio ambiente terão uma ótima oportunidade de aprender mais sobre as consequências da utilização da energia nuclear no mundo. Mais de 50 filmes sobre o tema estarão sendo exibidos pelo Festival Urânio em Movimento, criado pela ONG carioca Arquivo Amarelo, no Pavillon Theather em Prospeck Park no Brooklyn.

O FESTIVAL URÂNIO EM MOVI(E)MENTO/  INTERNATIONAL URANIUM FILM FESTIVAL (IUFF) traz quatro filmes brasileiros para NY, entre eles o primeiro documentário feito sobre as usinas nucleares do Brasil,  “Rocha Podre”(1990), que mostra o perigo das usinas de Angra 1 e Angra 2 na Costa Verde Carioca e será apresentado pelo cineasta Walter Behr, no dia 16 de Fevereiro.

No dia 18 de fevereiro serão apresentados três documentários sobre o pior acidente radioativo do Brasil - o acidente do Césio 137 em Goiânia: O pesadelo é Azul (30 min), Amarelinha (4 min) e CAESIUM 137: o pesadelo de GOIÂNIA (95 min) do falecido cineasta Roberto Pires. Todos os filmes são falados em português e legendados em inglês.

Abaixo segue a descrição do flmes. Vale a pena conferir:

> Domingo, 16 de fevereiro às 15:30 hs - Filmes sobre o risco de acidentes nucleares
Rotten RockROCHA PODRE (Pedra Podre)
Brasil , 1990 , 26 min, Documentário , Português com legendas em inglês
Direção: Eva Lise Silva , Ligia Girão , Stela Grisotti , Walter Behr
* Q&A com Walter Behr (Analista do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade(ICMBio)- Ministério do Meio Ambiente)

É o primeiro documentário feito sobre as usinas nucleares do Brasil, Angra 1 e Angra 2 na região de Mata Atlântica no sul do Rio de Janeiro. Com humor irônico , ele mostra que os planos oficiais de segurança e evacuação para proteger a população local e os turistas em caso de uma fusão nuclear são apenas uma piada. Pior: Angra 1 e 2 foram construídas em uma praia , que a população indígena (Guarani- Mbyá) chamava de Itaorna: Pedra podre.

> Terça-feira 18 fevereiro às 19:30 hs  - FILMES SOBRE O ACIDENTE CÉSIO 137 em Goiânia


The NIghtmareIs BlueO PESADELO É AZUL
Diretor: Ângelo Lima
Brasil, 2008, 30 min, Legendas em inglês

Tin 1987, em Goiânia ocorreu um dos maiores acidentes radioativos do mundo. Vinte anos mais tarde, os sobreviventes contam o que aconteceu e falam sobre suas vidas após o acidente. O curta-metragem ganhou o prêmio de melhor documentário da 6 ª ABD Cine Goiás Festival 2008.

 Amarelinha Angelo LimaAMARELINHA
Diretor: Ângelo Lima
Brasil, 2002 , 4 min, Ficção , Português

Uma das primeiras vítimas do acidente radioativo de Goiânia com Césio -137 setembro 1987 era uma criança de 6 anos . Leide das Neves não teve tempo para brincar.
 
CAESIUM 137: o pesadelo de GOIÂNIA
Diretor: Roberto Pires
Brasil,1989 , 95 min, Produção Laura Pires , Doc ficção , Português, Inglês legendas
OSCAR AMARELO 2011 - Prêmio do Público de Melhor Filme.

Caesium 137 Der Albtraum von GoianiaNas ruínas de um hospital demolido para tratamento de câncer , no centro da cidade brasileira de Goiânia , dois jovens encontraram um velho "esquecido" aparelho em metal e resolveram vende-lo à um "sucateiro" local, que abriu a "caixa de Pandora" - o aparelho continha "Césio 137", um material altamente radioativo. As pessoas ficaram fascinados com a luz azul estonteante dos cristais de césio, sem saber que aquele era o brilho da morte. Centenas , senão milhares de cidadãos e visitantes de Goiânia foram vítimas do césio 137. O roteiro do filme é baseado nos depoimentos das vítimas e dos médicos que as atenderam, filmadas por Roberto Pires , no momento do acidente.

O cineasta Roberto Pires nasceu 1934, em Salvador da Bahia . Viveu no Rio de Janeiro, interessado em questões ecológicas e especialmente na questão da energia nuclear. Quando o governo militar assinou o acordo com a Alemanha para a construção de usinas nucleares no Estado do Rio , ele estava tentando fazer um documentário para expor o perigo da energia nuclear. Em 1987, o acidente nuclear com Césio 137, em Goiânia,  o chamou atenção.
Pires investigou o trágico acidente e entrevistando os sobreviventes acabou, fatalmente, contaminando-se  com o elemento radioativo. Depois de um longo período de sofrimento , Roberto Pires morreu 27 de junho, 2001 , de câncer . " Césio 137: O Pesadelo de Goiânia " recebeu seis prêmios no Festival de Brasília 1990 e mais recentemente o Prêmio do Público do 1 º Festival de Cinema de urânio do Rio de Janeiro." Césio 137. O pesadelo de Goiânia " ganhou o Prêmio do Público do festival por melhor filme e funcionalidade. Foi produzido por Laura Pires.

___________________

Serviço: Festival de Cinema URANIO EM MOVI(E)MENTO/ THE INTERNATIONAL URANIUM FILM FESTIVAL EM NEW YORK CITY (IUFF)
Data: De sexta-feira,14 de fevereiro à quarta-feira,19 de fevereiro de 2014.
Local: Teatro Pavilion
188 Prospect Park West, Brooklyn, NY 11215
Como Chegar: metro F ou G para o Brooklyn, saltar na estação 15st/Prospect Park
Preço por sessão: $12.50 (noite) / $9.00 (matinee)
Passes: $ 40.00 (1 dia); $ 70.00 (2 dias); $ 90.00(3 dias)
$ 160.00 (5 dias)
Para comprar Tickets por telefone: 718-369-0838
Mais info: 1.212.920.9540

Personagem da vida cultural e política brasileira, Abdias Nascimento foi um ardoroso apóstolo da luta contra o racismo e um pioneiro na formação dos negros para o teatro e as artes. Enfrentou todas as adversidades e perseguições por uma causa justa e nobre.

Se Augusto Boal cunhou a expressão “teatro do oprimido”, Abdias criou o “teatro experimental do negro”, movimento que formou gerações de atores, atrizes e diretores que se tornaram referência na cena brasileira. O documentário Abdias Nascimento, de Aida Marques, é muito mais do que uma justa homenagem a esse bravo brasileiro, falecido em maio do corrente ano, aos 97 anos de idade.

http://lit.newcity.com/wp-content/uploads/2011/03/Band.jpgMuch has been written about the Titanic over the 99 years that have passed since its tragic loss in the North Atlantic in the spring of 1912. Nearly every account (including James Cameron’s 1997 film) includes the story of how the band led by violinist Wallace Hartley “played on” until the very end when the ship was well into the water—and the lifeboats were all gone. However, little is known about these musicians—who they were, where they came from and why they kept going in spite of the fact that they must have known that their own existence was coming to a close. That biographical vacuum has been filled by music journalist Steve Turner’s “The Band That Played On,” a brilliant tome that tells us the life story of these individuals from their beginnings in Liverpool, through their short careers and ultimate legacy. Turner wastes little time with the well-known history of the liner itself, instead piecing together every possible detail about these men’s lives culled from century-old newspaper accounts, census records and earlier research by authors like Walter Lord, the author of “A Night To Remember,” one of the most complete accounts of the disaster. READ MORE
20100716160217_19046_large_elizeth-cardosoWhile I was growing up, music was often played around the house. I recall that my father was a big straight-ahead jazz fan and had all those LPs by the likes of Dave Brubeck, Louis Armstrong, Shelly Manne and Oscar Peterson. But there was plenty of Brazilian music favored by my mother – records that included Elizeth Cardoso, Joao Gilberto (The famed Getz/Gilberto LP), Jobim, Chico Buarque and Maria Bethania – all artists whose records are now part of my personal collection.

When on vacation in Fortaleza, Brazil, I listened to many of my aunts and cousins’ records, but the only ones I really remember are my aunt’s Roberto Carlos collection. But I do recall my Brazilian grandfather’s old LPs (even in the 1970s) and 78 RPM records by samba singer Aracy de Almeida – some of which ultimately came to my hands and that were donated to Fortaleza’s Museum of Image and Sound, where they are currently preserved (they recorded them so visitors can enjoy the music without damaging the very breakable shellac discs).

-3













The Loisaida Cortos Latino Film Festival would like you to join us for a magical night of celebration!  

On Friday, March 25, 2011 you are invited to celebrate our 10th year anniversary with us! Come to a loft party/screening/mixer event like no other where we will feature short films from our Brazilian collaborator Rejanes Zilles, guest speaker Rashaad Ernesto Green and trailer from his feature film GUN HILL ROAD starring Esai Morales and Judy Reyes and performance by Mirage featuring popular hits by Mark Anthony, Jennifer Lopez, Rihanna and more--all this in a gorgeous loft in the Financial District.  

Event Details
Address: 54 Stone Street, New York, 3rd Floor
Doors Open: 7PM Open Bar: 7-8PM (Provided by STELLA)
Cost: $10  

8PM - BRASIL EN CORTO-SHORT FILM SCREENING PROGRAM

:: EM TRÂNSITO                                                                                              
Dir: Cavi Borges 11 min/2010 Fiction
Synopsis: Reunion on a cloudy day in Rio.  

:: EU QUERIA SER UM MONSTRO
Dir: Marão 8 min/2009 Animation
Synopsis: Day to day in the life of a boy with Bronchitis.  

:: VENTO
Dir: Marcio Salem 15 min/2009 Fiction
Synopsis: A small isolated town in Brazil has been left without wind. The habitants of this place begin to act strangely, with no hope or optimisim. And amongst that a boy wants to change his life and realize a big dream. 

:: IMAGINE UMA MENINA COM CABELOS DE BRASIL...
Dir: Alexandre Bersot 10 min/2010 Animation
Hair—the final frontier! Among makeup and hairdo’s. Traveling in search of acceptance.  

8:45PM - GUN HILL ROAD by Rashaad Ernesto Green (SUNDANCE, DALLAS FILM FEST., MILANO FILM FEST.) Trailer & Short Talk Back

9:30PM - MIRAGE Performance (covering Mark Anthony, Rihanna, Madonna, Erasure, Journey, Pat Benatar & more!)
American Dreamer AwardsImmigrant Heritage Week, established by Mayor Michael R. Bloomberg in 2004, celebrates the experiences and contributions of immigrants to New York City. This year, Immigrant Heritage Week is from April 11 to April 17 and celebrates the vibrant life stories New Yorkers have to tell. We are partnering with StoryCorps to share the stories that make up our diverse and wonderful City.

StoryCorps is a national, nonprofit organization with a mission to provide Americans of all backgrounds and beliefs with the opportunity to record, share, and preserve the stories of our lives.


> Share Your Story, Leave a Legacy
Storycorps will be accepting reservations to participate in an interview for Immigrant Heritage Week starting Tuesday, March 22. Don’t miss this opportunity to share your story!

The New York City StoryCorps Story Booth is located in Foley Square.
Call 646-723-7027 and mention "Immigrant Heritage Week" to make your reservation for April 15 or 16.

Visit Storycorps online

> 2011 American Dreamer Awards
The American Dreamer Awards were created to celebrate the significant accomplishments and contributions made by an individual or organization to better the lives of immigrants and immigrant communities in New York City. The 2011 winners will be debuted at this year’s Immigrant Heritage Week reception. A number of community organizations and individuals from across the five boroughs nominated over 100 individuals across the 5 categories.

The internal selection committee is currently going over the nominees.
Através do Schomburg Center for Research in Black Culture, a NY Public Library estará celebrando a diaspora africana e latino-americana em NY com uma série de eventos que educarão o público sobre a história da imigração africana nas Américas, e a influência artistica dos afro-americanos nos Estados Unidos e no Mundo - do Jazz à fotografia, etc.

Para descobrir todos os programas clique > aqui <.  Abaixo estão 2 documentários interessantes que falam dos latinos nos Estados Unidos e serão apresentados gratuitamente no Schomburg Center em abril. Vale a pena conferir !

:: Maid in America (57 minutes, 2004).
Saturday, April 9, 2011, 4 p.m.
@ Schomburg Center for Research in Black Culture, American Negro Theatre (Map and directions) Description: Documentary Maid in America (57 minutes, 2004). They clean other people’s homes and raise other families’ children—often leaving their own families behind. Maid in America is an intimate look into the lives of three Latina immigrants working as nannies and housekeepers in Los Angeles.


:: Brincando El Charco, Portrait of a Puerto Rican (55 minutes, 1994)
Saturday, April 16, 2011, 4 p.m.
@ Schomburg Center for Research in Black Culture, American Negro Theatre (Map and directions)
Not accessible to wheelchairs
Refreshingly sophisticated in both form and content, Brincando El Charco contemplates the notion of “identity” through the experiences of a Puerto Rican woman living in the US. In a wonderful mix of fiction, archival footage, processed interviews and soap opera drama, Brincando El Charco tells the story of Claudia Marin, a middle-class, light-skinned Puerto Rican photographer/videographer who is attempting to construct a sense of community in the US. Confronting the simultaneity of both her privilege and her oppression, Brincando El Charco becomes a meditation on class, race and sexuality as shifting differences. ALL PROGRAMS ARE Free. First come, first served. Reserve your seats at schomburgrsvp@nypl.org or call 212-491-2229.
JUST IN CASE YOU ARE STILL WATCHING MAINSTREAM MEDIA AS YOUR PRIME SOURCE OF INFORMATION - WE HOPE YOU'RE NOT.

In the wake of the earthquake in Japan and the resulting threat of nuclear disaster in that country, right-wing media have attacked renewable energy sources such as wind and solar, arguing that it's a waste of time to pursue these sources as possible alternatives to fossil fuels and nuclear power.

However, studies show that the use of wind and solar energy is increasing at a record pace, and continuing investment in wind and solar will yield significant economic benefits.


READ ALL
©2007-2019 Comunidade Catolica Brasileira em NYC. All rights reserved. Website by Silicon Farm Design & IT Solutions | Credits