DSCF2683.jpg
CULTURA
Novembro 2019
Os vinhos brasileiros estão muito próximos de uma conquista inédita: serem incluídos na carta de vinhos da empresa aérea Lufthansa, da Alemanha. A informação foi divulgada na ProWein, em Düsseldorf, para onde o projeto Wines From Brazil, realizado em parceria pelo Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho) e pela Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), levou 12 vinícolas verde-amarelas. Uma das maiores feiras de vinhos da Europa, a ProWein foi encerrada hoje (23).

O vinho branco Salton Volpi Chardonnay é o primeiro aprovado pela maior empresa aérea da Alemanha e uma das maiores do mundo. “Estamos muito contentes com o interesse da Luftsansa, mas ainda estamos tratando dos detalhes da negociação”, afirma o gerente de planejamento, Maurício Salton, que participou da feira. “Esta é uma conquista importante, que pode inspirar as empresas aéreas brasileiras a seguirem o mesmo caminho”, comenta a gerente de Promoção Comercial do WFB, Andreia Gentilini Milan.


Outros vinhos brasileiros ainda podem ser incluídos na carta da Lufthansa. Isso porque o master of wine Markus Del Monego, organizador do Anuga Wine Special realizado em Colônia no final do ano passado, indicou à empresa aérea alemã os sete vinhos do Brasil que ganharam medalhas no concurso. Segundo Michele Fritzsche, da Wein-Brasilien, importadora da Salton, Casa Valduga, Miolo e Lidio Carraro, Markus Del Monego, indicou pessoalmente os vinhos para a Lufthansa. “Ele nos disse que gostou muito dos vinhos brasileiros e por isso faria a indicação para os vôos entre o Brasil e a Alemanha”, diz ela. “Mas não imaginávamos que teríamos uma resposta positiva tão rápida”.

Degustação

A qualidade dos vinhos brasileiros mais uma vez foi posta à prova. Nos últimos dias 21 e 22, o Wines From Brazil promoveu uma degustação com formadores de opinião da Europa reunidos na ProWein 2010. Doze vinhos e espumantes das empresas participantes da feira (Aurora, Casa Valduga, Campos de Cima, Irmãos Basso, Lidio Carraro, Lovara, Miolo, Panceri, Piagentini, Pizzato, Salton e Vinibrasil) foram apreciados por 35 compradores e jornalistas especializados no estande do Wines From Brazil. A degustação foi guiada pelo jornalista alemão especialista em vinhos Jurgen Mathab, que esteve no Brasil no ano passado visitando e conhecendo a produção verde-amarela. Em cada um dos dias, foram degustados seis vinhos (um de cada vinícola participante).

“O Brasil é um país simpático aos alemães, que gostam e querem conhecer os vinhos vindos desta terra alegre”, disse Jurgen Mathab. Os espumantes agradaram a todos pela excelente padrão de qualidade. Os vinhos tintos surpreenderam os alemães. “Como o Brasil é um lugar quente, eles esperavam vinhos fortes e completos. Mas o que provaram foram vinhos leves, frutados e bastante gastronômicos”, comentou o jornalista alemão, acrescentando que “foi uma agradável surpresa”.
©2007-2019 Comunidade Catolica Brasileira em NYC. All rights reserved. Website by Silicon Farm Design & IT Solutions | Credits