DSCF4697.jpg
HOME
Dezembro 2019
As chuvas intensas que assolam a região serrana desastrenoriodo estado do Rio de Janeiro já causaram mais de 350 mortes, em Petrópolis, Nova Friburgo e Teresópolis. O bispo de Petrópolis, dom Filippo Santoro, descreve a situação como dramática. “A situação na diocese de Petrópolis é dramática, sobretudo nos dois focos da própria cidade, em particular, Itaipava, e o Vale de Cuiabá, em Teresópolis, onde o desastre é ainda maior”, disse o bispo.

Segundo dom Filippo, os padres da diocese estão mobilizados e as igrejas estão recebendo os desabrigados, prestando os primeiros socorros e recolhendo mantimentos. “Muitas regiões ainda não foram visitadas porque é impossível o acesso, pois os rios bloquearam os caminhos. Sabe-se que tem pessoas, mas não há como alcançá-las. Por isso, juntamente com os bombeiros, os padres e a comunidade estão tentando ajudar a todos”, afirmou dom Filippo.

O vigário episcopal para Caridade Social da arquidiocese do Rio de Janeiro, padre Manuel de Oliveira Manangão também falou sobre as medidas adotadas diante da situação. “Logo que tivemos a notícia da tragédia que se abateu sobre Friburgo, Teresópolis e Petrópolis, colocamos em ação a nossa Cáritas, no sentido primeiro de verificar os recursos que pudessem ser repassados imediatamente de um fundo de reserva que nós temos para essas eventualidades”, disse padre Manangão.

A catedral do Rio de Janeiro também está recebendo donativos e mantimentos para os desabrigados. A diocese lançou a campanha SOS Serra e abriu a conta 11.4134-1, Agência 4014, Banco Bradesco, para receber doações. De acordo com dom Filippo, a Caritas do Rio de Janeiro já enviou R$ 20 mil à diocese de Petrópolis para socorrer os desabrigados. A CNBB e a Cáritas Brasileira também deverão lançar uma campanha nacional para ajudar as vítimas.

Em nota nesta quinta-feira, 13, o arcebispo de Belo Horizonte (MG), dom Walmor Oliveira de Azevedo, expressou sua “solidariedade e comunhão” com as vítimas das fortes chuvas que atingem, “tanto a região Sul de Minas Gerais quanto os municípios da região serrana do Rio de Janeiro”.

Os bispos do Regional Nordeste 5 da CNBB (Maranhão), reunidos em Carolina, sul do Maranhão, também se manifestaram em nota assinada pelo arcebispo de São Luís, dom José Belisário da Silva. “Neste momento de dor, queremos manifestar-lhe nossa solidariedade. Acompanhamos com nossas orações o seu sofrimento e de seu povo”. Foto retirada do site G1, que retrata a cidade de Itaipava, Região Serrana do Rio de Janeiro.
©2007-2019 Comunidade Catolica Brasileira em NYC. All rights reserved. Website by Silicon Farm Design & IT Solutions | Credits