IMG_8115.jpg
IMIGRAÇÃO
Setembro 2019
O Dream Act (Developement, Relief and Education for Alien Minors) que sobreviveu ao fracasso do projeto de reforma das leis de imigração em junho de 2007 não pôde vencer o clima de xenofobia que está invadindo sempre mais a política e a mídia americana. No dia 24 de outubro a proposta de lei do Senador Richar J. Dubin que tinha amplo apoio bi-partidário, não conseguiu obter os 60 votos necessários no Senado para poder continuar viva. A proposta do Dream Act era criar uma possibilidade de legalização provisória para os filhos de imigrantes que preenchem estas condições:

1. entraram ou foram trazidos ilegalmente para os Estados Unidos antes de completarem os 16 anos; moram aqui há mais de 5 anos;
2. completaram o High School.

Depois de uma autorização temporária de residência por seis anos, a “green card” seria concedida àqueles que, depois do High School tivessem completado também dois anos de faculdade ou dois anos de serviço militar.

O presidente Bush não apoiou a proposta de lei, embora a tinha apoiado quando estava incluída no projeto abrangente de reforma migratória do começo do ano. Assim acabou o “sonho” de legalização e continua o “pesadelo” dos jovens imigrantes que, sem culpa, estão nos Estados Unidos sem autorização.

VISTO U


No entanto, o Departamento de Segurança da Nação (Department of Homeland Security) promulgou finalmente as regras para que alguns imigrantes possam receber o Visto U. Esse oferece proteção a vítimas de crimes.

Depois de muitos anos de espera, finalmente foi implantada uma nova categoria de vistos para proteger indocumentados que foram vítimas de crimes, contanto que eles auxiliem agentes da lei a resolverem casos criminais.

O novo programa, que foi criado legislativamente em 2000, entrou em vigor no mês de outubro 2007. Foram sete anos para ser implementado porque o serviço de imigração tinha que desenvolver as regras para as agências federais, estatais e municipais.

O Visto U permite que vítimas de crimes violentos como estupro, tortura e abuso infantil residam no país por quatro anos e possam também qualificar para a residência permanente, mesmo sendo ilegais. Os cônjuges e os filhos também podem ficar com eles. Imigrantes que testemunharam crimes também podem obter o visto.

Dez mil vistos serão disponibilizados todos os anos para as pessoas que qualificam. As pessoas que aplicam para o visto devem anexar um certificado dos investigadores declarando que estão auxiliando numa investigação. O formulário para solicitar o visto U é o I-918, disponível no website do serviço de imigração. Instruções sobre quem pode aplicar para o Visto U e os requisitos necassários também estão disponíveis no site.
©2007-2019 Comunidade Catolica Brasileira em NYC. All rights reserved. Website by Silicon Farm Design & IT Solutions | Credits