14.jpg
HOME
Dezembro 2019


O JORNALISMO INVESTIGATIVO E PROCESSOS JUDICIAIS gerados pela informação publicada no site Wikileaks, representado por Julian Assange, exemplificam como a transparência na publicação dos atos vergonhosos e ilegais de alguns individuos dentro das estruturas burocráticas, militares e diplomáticas de países em todo mundo FAZEM DIFERENÇA.

WikiLeaks foi responsável pela publicação de documentos que expõe assassinatos extrajudiciais no Kenya, o despejo criminal de lixo atômico na costa africana - um crime contra a humanidade, manuais da igreja da Cientologia, processos em Guantânamo, o ataque aéreo de Bagdá em 12 de julho de 2007 que matou civis inocentes , documentos involvendo grandes bancos como Kaupthing, Julius Baer e outros, além dos reveladores docs sobre as guerras no Iraque e Afeganistão, correspondências eletrônicas diplomáticas que expõem métodos ilegais de obtenção de informações e acordos secretos.

j4a_800


150px-Wikileaks_logo.svgIsso explica porque alguns membros do governo americano começaram uma campanha ilegal e amoral através da mídia nacional e internacional para desacreditar Julian Assange - Wikileaks Editor-in-chief. Essas táticas tem o intuito de desestabilizar as operações de Wikileaks impedindo-o de disponibilizar a próxima leva de milhares de documentos ainda em fase de filtragem para publicação. Esses documentos contém informações classificadas sobre lobby ilegal do maior banco americano, acontecimentos irregulares na guerra ao Iraque e guerra ao Afeganistão, suborno de autoridades européias, chantagens e trocas de favores, etc.

Em nenhum outro momento histórico o honesto povo americano teve a oportunidade de vasculhar tantas "baixarias secretas" que estão contaminando e destruindo seu estado democrático. Como afirma  Daniel Ellsberg, que tornou publico Pentagon Papers na época da Guerra do Vietnam -  Assange está servindo nossa democracia americana e servindo a lei quando desafia os regulamentos secretos, que na maioria dos casos, não obedecem a lei desse pais.

"Coinscidentemente" - logo após a divulgação dos documentos classificados sobre a guerra do Afeganistão, Julian -  diretor executivo do Wikileaks foi acusado "criminalmente", por não ter utilizado preservativos quando teve relação sexual consensual com duas mulheres suissas - pasmem!  Essas acusações - jamais vistas na história - já estão sendo divulgadas pela mídia comercial como "estupro", e outras tantas interpretações tendênciosas que buscam denegrir Assange. Por ser suspeito desse "crime" - Julian foi colocado na lista de "most wanted" da Interpol !

Por essa lógica milhões de homens aversos ao uso de preservativos deveriam estar encarcerados, ou presentes na mesma lista de "most wanted". Será que no fim dessa caça às bruxas, será mais uma vez a "indústria das prisões" que sairá ganhando? Recentemente mais duas acusações "retaliatórias" foram produzidas contra ele, e a partir de agora se espera todo tipo de falsidades para mante-lo detido e impedir a divulgação dos documentos comprometedores.

 

As "falsas democracias" já estão mostrando sua cara e atacando descaradamente a liberdade de expressão na Internet. A mídia comercial, escrava das grandes corporações que financiam propagandas e campanhas políticas para 98% do congresso e senado americano, tem agora a faca e o queijo na mão para tentar aniquilar a neutralidade da INTERNET, sua maior competidora.

Não se deixem enganar, escândalos a parte o que está em jogo é a LIBERDADE DE EXPRESSÃO, LIBERDADE DE IMPRENSA E O FUTURO LIVRE DA INTERNET no MUNDO.

A luta para manter Wikileaks no ar, merece o apoio e a atenção de todos - principalmente de nós católicos. Há milhares de anos aqueles que portam a "palavra" são acusados de subversivos e tem tido suas vidas seifadas. No tempo de Cristo, antes e depois dele muitos profetas e apóstolos denunciaram injustiças e ganâncias dos governantes. João Batista teve sua cabeça seifada por ter denúnciado as ações erradas do governante.

Quantas vezes nos pegamos pensando, como agiríamos diferente daqueles crentes omissos do Antigo e Novo Testamento...  A hora é essa - Bem vindo ao "Testamento Presente" -  coinscentize seus amigos e familiares sobre a importância do Wikileaks website para os estados democráticos do mundo e demande a soltura imediata de Julian Assange e o corajoso soldado Bradley Manning - suspeito de ter repassado o Wikileaks o video que mostra o assassinato cruel dos jornalistas do Reuters no Iraque por soldados americanos em campanha aérea - Por favor não lave as mãos.


©2007-2019 Comunidade Catolica Brasileira em NYC. All rights reserved. Website by Silicon Farm Design & IT Solutions | Credits