IMG_6423.jpg
HOME
Dezembro 2019
Cidade do Vaticano  - Enquanto o primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, está em Washington em tratativas sobre o processo de paz entre israelenses e palestinos, o presidente isralense Shimon Peres encontra-se em Castel Gandolfo, para pedir ao Santo Padre também apoio.     

No foco das conversas está ainda um acordo sobre questões econômicas entre Israel e a Santa Sé, para o qual, segundo o comunicado da Sala de Imprensa vaticana, "se espera uma rápida conclusão". As discussões dizem respeito aos temas da violência, à melhoria da vida da população da região, ao diálogo inter-religioso e à peregrinação do Papa na Terra Santa, em 2009. Trata-se de uma segunda visita do presidente Peres a Bento XVI - a primeira aconteceu em 2007.

O acordo negociado sobre questões econômicas entre Israel e a Santa Sé diz respeito a uma série de tratados sobre a segurança legal e fiscal para as propriedades da Igreja Católica em Israel. O programa da visita do presidente israelense incluía um passeio nos Jardins de Castel Gandolfo, um encontro com o secretário de Estado vaticano e com o Santo Padre na biblioteca do Palácio Apostólico de Castel Gandolfo, na hora prevista para a visita de estado, às 11H.



 "Em relação à retomada dos contatos diretos entre israelenses e palestinos, em vigência hoje em Washington, se deseja que essa ajude a chegar a um acordo respeitoso das legítimas aspirações dos dois povos e que seja capaz de levar uma paz estável à Terra Santa e em toda a região", diz comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé. Durante os colóquios entre Peres e o Papa, além disso,"foram registrados os resultados alcançados pela Comissão bilateral de trabalho, empenhada há anos na elaboração de um Acordo relativo às questões de caráter econômico e se desejou uma rápida conclusão do mesmo".

O presidente Peres iniciou sua visita ontem às 9H20, hora local, com um passeio Jardins de Castel Gandolfo, onde se deteve em particular nas ruínas da Villa de Domiciano e no Jardim do Belvedere. Durante a Segunda Guerra Mundial os Jardins de Castel Gandolfo foram um dos lugares no qual o Papa Pio XII escondia os judeus dos nazistas.

O primeiro encontro com o Cardeal Secretário Tarcisio Bertone aconteceu às 10h na Villa Barberini, residência do secretariado de Estado nos Jardins de Castel Gandolfo. A conversa durou meia hora, na qual esteve presente também o Secretário para as Relações com os Estados, Mons. Dominique Mamberti. O encontro com o Santo Padre teve início na hora prevista para as audiências privadas, às 11h.

 Os colóquios, em inglês, duraram 40 minutos. Na comitiva presidencial de 5 pessoas estavam o Diretor do Gabinete do Presidente , Yona Bartal, dois conselheiros, Jonathan Adiri e Orfa Eshed e também o Prof. Raphael Walden e Yakov More.

O presidente Peres presenteou o pontífice com uma Menorá (candelabro judaico de sete braços) em prata, de 30 cm de altura aproximadamente, obra de um artista israelense. O presente tinha uma dedicatória em inglês especialmente escrita pelo presidente: "A Sua Santidade Papa Bento XVI, o Pastor que procura nos conduzir aos campos de bençãos eaos campos da paz. Com grande estima, Shimon Peres, presidente do Estado de Israel".
©2007-2019 Comunidade Catolica Brasileira em NYC. All rights reserved. Website by Silicon Farm Design & IT Solutions | Credits