IMG_6423.jpg
SCALABRINIANOS
Setembro 2019

La Segreteria Generale MISSIONÁRIOS, LEIGOS (AS) SCALABRINIANOS DA AMÉRICA DO SUL REUNIDOS EM ASSEMBLEIA

(Guaporé, RS – Brasil, 09 de julho de 2008)

“Para o migrante, a Pátria é a terra que lhe dá o pão, o trabalho e a acolhida” ( G.B. Scalabrini ).

Reunidos em Assembléia Geral, nós Missionários de São Carlos e leigos – Scalabrinianos a serviço dos migrantes em 33 paises, estivemos avaliando nossa caminhada para fortalecer prioridades em nossotrabalho pastoral e apontar rumos e projetos de futuro junto aos nossos irmãos migrantes dos Países da América Latina.

Conhecemos e partilhamos no dia-a-dia a dor, os traumas, as angústias, a discriminação, as violações dos Direitos Humanos dos migrantes e suas famílias e ao mesmo tempo a resistência, a riquezacultural e o quanto contribuem as pessoas que emigram para o desenvolvimento dos povos e nações, nabusca de realizar seus sonhos e suas esperanças em outras terras.Lamentamos e expressamos nossa mais profunda preocupação frente às recentes medidas deracismo, xenofobia e discriminação contra os imigrantes adotadas pelos Países da União Européia com a“Diretiva do Retorno”.


Condenamos a política adotada pelo Parlamento Europeu e de todos os governos que criminalizam imigrantes irregulares e as migrações.Gostaríamos de lembrar ao Continente Europeu que sua própria historia foi escrita e se construiuno passado com a vinda à América de milhões de imigrantes que fugiram da fome, da miséria e das guerras e hoje continua sendo construída com a presença e o trabalho de milhões e milhões deimigrantes do mundo inteiro.

Neste sentido, acreditamos que na globalização não só o capital e ariqueza podem mover-se livremente, mas especialmente as pessoas que trabalham e produzem ariqueza.Apoiamos todo tipo de pronunciamento em favor dos imigrantes e de modo especial amanifestação solidária dos governos Sul-Americanos. Assim mesmo, exigimos dos nossos governantesque adotem políticas e programas nacionais de apoio e proteção aos migrantes e suas famílias.

Renovamos nosso compromisso com a vida dos migrantes possibilitando a integração, fortalecendo suas identidades culturais, promovendo sua dignidade e combatemos todo o tipo deviolência, e outras formas de discriminação na origem, trânsito e destino das pessoas em movimento, para que um dia possamos ver concretizada a cidadania universal.Os migrantes são protagonistas e o rosto humano da globalizacao.

MISSIONÁRIOS E LEIGOS (as) que atuam junto aos migrantes nos seguintes Países:Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Paraguay, Peru e Uruguai.

 

©2007-2019 Comunidade Catolica Brasileira em NYC. All rights reserved. Website by Silicon Farm Design & IT Solutions | Credits