13.jpg
SCALABRINIANOS
Agosto 2019

No dia 13 de Fevereiro de 2009 o SIMN ( Scalabrini International Migration Network) esteve presente na sede das Nações Unidas em Nova York para a apresentação do “Informe Mundial sobre o Tráfico de Pessoas”. O informe foi apresentado por Antonio Maria Costa, Diretor Executivo do Departamento de Drogas e Crime das Nações Unidas (UNODC).

O conceito de tráfico de pessoas pode ser mal interpretado: coloca a ênfase na comercialização de um crime que deveria ser descrito com mais precisão como escravidão. Esta está relacionada à exploração permanente das pessoas, dia após dia e durante anos.
 
Após um longo período de abandono e indiferença, o mundo está tomando consciencia desta forma moderna de escravidão. Diante desta questão, os políticos e os cidadãos põem dois tipos de perguntas. Primeiro, eles querem saber a medida real do crime do tráfico de seres humanos: quantas vítimas existem? Quem são os traficantes de seres humanos, quais são os seus itinerários e os seus lucros? Quais são as suas tendências, ou seja, o problema está aumentando? Por que e onde? Em segundo lugar, as pessoas querem saber o que pode ser feito, individualmente e coletivamente, para resolver este problema.

1) Nos últimos anos, o número de países que adotaram o primeiro acordo internacional sobre este assunto - o Protocolo das Nações Unidas contra o Tráfico de Pessoas – duplicou (atualmente são ... paises que adotaram este acordo). No entanto, ainda existem muitos países, especialmente na África, que não tem os instrumentos jurídicos necessários para implementá-lo. 



Bishop Ruiz speaks at Georgetown University in Washington in 2003. (CNS/Nancy Wiechec)

MEXICO CITY (CNS) -- Retired Bishop Samuel Ruiz Garcia, known as the champion of the poor and indigenous in southern Mexico, died Jan. 24 of complications from long-standing illnesses.

He was 86. The bishop headed the Diocese of San Cristobal de Las Casas from 1960 to 2000, and from 1994 to 1998 mediated a commission looking for an end to the conflict between the Mexican government and the indigenous Zapatista National Liberation Army in Chiapas state.

For his work with the state's indigenous population he received death threats and, in 2002, was the recipient of the Niwano Peace Prize for his work "raising the social standing of the indigenous communities of Mexico" and for his work toward "the reclamation and preservation of their native cultures."

premio_direitos_humanos1Nesta segunda-feira, 13, aconteceu a cerimônia de entrega do 16º Prêmio Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). Entre os vencedores, estava a Pastoral Carcerária (PCr), da CNBB, que foi reconhecida pelo seu trabalho de combate à tortura nas prisões.

 De acordo com o coordenador nacional da Pastoral Carcerária, padre Valdir João Silveira, o prêmio reconhece o difícil trabalho desempenhado pelos mais de 6 mil agentes da Pastoral em todo o país.

“O prêmio é sem dúvida alguma, um importante reconhecimento da luta difícil e desgastante que a Pastoral trava dia após dia com o fim de levar o mínimo de dignidade àquelas e àqueles que estão esquecidos, invisíveis, sob a sombra mais escura e remota de nossa sociedade”.

No entanto, padre Valdir destaca que além das premiações, o Governo deve prezar pela garantia dos direitos dos presos. “Esperamos das autoridades governamentais postura firme no sentido de esvaziar as prisões, de garantir direitos de quem está preso [...]”.

A cerimônia aconteceu no Palácio do Planalto, em Brasília, e contou com mais seis entidades agraciadas. O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, participou da entrega.

dompauloevaristoarnsO arcebispo emérito de São Paulo, cardeal dom Paulo Evaristo Arns, segue internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Santa Catarina, em São Paulo, e o seu estado de saúde é estável, segundo último boletim médico. Dom Paulo continua apresentando, desde a última sexta-feira, discreta melhora na infecção pulmonar que desenvolveu após passar por uma cirurgia de emergência na vesícula no dia 1º de janeiro. O arcebispo fez uma cirurgia de emergência no dia 1º de janeiro devido a uma infecção na vesícula biliar, que foi extraída. O religioso está consciente. No sábado, dom Paulo e o arcebispo de São Paulo, cardeal dom Odilo Pedro Scherer, celebraram missa dentro da UTI do hospital. Na ocasião, dom Paulo disse ter ficado bastante feliz em poder celebrar a missa. Ele fez a breve reflexão sobre o Evangelho e rezou uma parte da Oração Eucarística.

domenemesioangelo2VALE A PENA LEMBRAR
Em Setembro/2010 a Pastoral da Saúde da diocese de Balsas (MA), juntamente com os conselhos, organizações da sociedade civil, Igrejas, movimentos sociais pastorais, foram as ruas em virtude das diversas mortes e outros conflitos que estão ocorrendo na cidade. O povo resolveu ir às ruas clamar por justiça cobrando a construção de um hospital de alta complexidade, como a aquisição do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A diocese também foi contemplada com a formação da “Rede Mandioca”.  A Rede Mandioca foca suas ações na facilitação do crédito Solidário aos grupos produtivos solidários pertencentes à mesma, na perspectiva de contribuir para superação dos problemas como forma de ajudar a viabilizar os empreendimentos econômicos da rede enquanto alternativa de superação à pobreza. Sua metodologia é orientada pelos princípios da educação popular e da economia solidaria, tendo como ambiente de gestão a Cáritas Brasileira Regional Maranhão. Seminários
A Comissão Pastoral da Terra, da diocese de Balsas, junto com os participantes da Campanha pelo Limite da Propriedade da Terra, realizou dois Seminários, um em Pastos Bons (MA) e o outro em Balsas, com o objetivo de dar orientações política e organizativa aos militantes da Campanha e do Plebiscito pelo Limite da Propriedade da Terra. Houve a participação de 134 pessoas representantes de sindicatos, igrejas, pastorais, cooperativas, associações, assentametos, acampamentos, educação e saúde. A equipe de articulação foi composta por dom Enemésio Angelo Lazzaris, bispo de Balsas e Antônio Gomes e Adriano da Silva Reis (CPT/Balsas). Juntos, ambos percorreram dois mil quilômetros, realizando debates em 18 munícipios, envolvendo aproximadamente 641 pessoas. Foram criados 18 Comitês Municipais da Campanha pelo Limite da Propriedade.

irmadulceO papa Bento XVI assinou, sexta-feira, dia 10 de dezembro de 2010, o decreto que conclui o processo de beatificação de Irmã Dulce. A expectativa agora é pela cerimônia de beatificação que deve acontecer no primeiro semestre de 2011, em Salvador (BA). Irmã Dulce é a primeira baiana a tornar-se beata e agora está a um passo da canonização. O título de santa só poderá ser conferido após a comprovação de mais um milagre intercedido pela religiosa e reconhecido pelo Vaticano. A causa da beatificação de Irmã Dulce foi iniciada em janeiro do ano 2000 pelo próprio Dom Geraldo Majella. Desde junho de 2001, o processo tramitava na Congregação das Causas dos Santos do Vaticano. Fonte: Arquidiocese de Salvador
basilicadosenhordobonfimA festa começa no dia 6 de janeiro, na Basílica do Senhor do Bonfim, em Salvador. As noites de novena seguem até 15 de janeiro, com exceção do dia 13, quando a Basílica fica fechada em virtude da lavagem do adro da igreja. No dia 16, haverá missas durante todo o dia e o cardeal arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, dom Geraldo Majella Agnelo preside a celebração solen. O tema central dos festejos é “Nesta Basílica Santuário, fazemos a experiência do encontro com Jesus Cristo, o Senhor do Bonfim”. Neste ano, os fieis são convidados a doar alimentos não perecíveis para as obras sociais da paróquia. A novena começou em 1839, conforme consta no “livro de despesas” da capela, do tesoureiro Francisco José da Costa Abreu. Foi composta pelo musicista baiano, Damião Barbosa de Araújo, nascido em Itaparica no ano de 1778 e falecido em 1856. Segundo consta nos Anais da Devoção, Damião, exímio violinista, teve uma atuação primorosa, quando da chegada à Bahia de Dom João VI, em 1808.

WASHINGTON (January 6, 2011)—In separate letters to the head of Egypt’s Coptic Christians and U.S. Secretary of State Hillary Clinton, the U.S. bishops condemned the recent attacks on Christians, including the New Year’s Day attack on the Coptic Orthodox Church in Alexandria, Egypt, and expressed their solidarity with the victims of religious violence.

They also affirmed the ongoing work of the U.S. Church and government to work for the religious freedom of all people, especially vulnerable minorities.          

In his January 4 letter to Shenouda III, patriarch of the See of St. Mark in Alexandria, Archbishop Timothy Dolan of New York, president of the United States Conference of Catholic Bishops, called the attack in Egypt a “shocking assault on human life and religious freedom.”            

“I was horrified to learn that over 20 people died and more than 100 were injured. So many innocent lives lost to such senseless violence calls for the strongest condemnation by all religious leaders and by persons of conscience everywhere,” wrote Archbishop Dolan. “Please be assured that the Catholic bishops of the United States stand in solidarity with you and your Church in this time of trial and suffering. We continue to work with others to defend the life, dignity and human rights, especially religious freedom, of vulnerable minorities, especially Christians, in the Middle East.”            

WASHINGTON (January 11, 2011)—Archbishop Timothy Dolan of New York, president of the United States Conference of Catholic Bishops (USCCB), sent a message of support to Archbishop Louis Kebreau of Cap Haitien, president of the Bishops’ Conference of Haiti, on the first anniversary of the tragic earthquake that struck Haiti one year ago.           

 “I express the ongoing concern and support of our Conference for the Church and people of Haiti,” Archbishop Dolan said. “As we all gather to prayerfully remember the dead, as well as those still grieving and suffering, we call on the Lord’s unfailing presence, to strengthen us all and the bonds of communion and solidarity that have bound us together in the wake of this tragedy.”            

Archbishop Gregory Aymond of New Orleans is traveling to Haiti for the commemorative Mass and will personally deliver Archbishop Dolan’s message. Also traveling with the U.S. bishops’ delegation are Bishop Richard Malone of Portland, Maine, representing the board of Catholic Relief Services, and Patrick Markey, executive director of the USCCB National Collections office.            

In remarks commemorating the first anniversary of the earthquake that killed almost 300,000 Haitians, three USCCB chairmen — Bishop Howard Hubbard of Albany, New York, Archbishop José Gomez, coadjutor archbishop of Los Angeles, and Archbishop Thomas Wenski of Miami— urged the United States and the international community to “recommit” to the reconstruction of Haiti.

WASHINGTON -- (January 10, 2011) The United States Conference of Catholic Bishops (USCCB) renewed their call for respect for human life, as the nation mourned for those affected by the shooting that killed six, including John M. Roll, the chief judge for the United States District Court for Arizona, and wounded at least a dozen others, including U.S. Representative Gabrielle Giffords.

The incident occurred on the morning of January 8, when Giffords was meeting with constituents outside a supermarket in Tucson, Arizona. “Our prayers and concern are with those most immediately affected by this violence,” said Archbishop Timothy Dolan of New York, president of the USCCB. “We commend to God those who have died and we pray for the families who lost loved ones and for those who are suffering from their wounds. We also pray for the person who committed these acts and those who are responsible for his care.”            

©2007-2019 Comunidade Catolica Brasileira em NYC. All rights reserved. Website by Silicon Farm Design & IT Solutions | Credits